Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Foto mostra moedas sobre a bandeira do Reino Unido desenhada em Londres, em 7 de março de 2017

(afp_tickers)

O Reino Unido deve eliminar as moedas de um e dois centavos? A pergunta, recentemente feita pelo governo britânico, gerou oposição imediada dos que temem uma alta dos preços e menos doações de caridade.

As pequenas moedas de cobre, de um centésimo e um quinquagésimo de libra esterlina, são caras de produzir, mas pouco utilizadas, indicou o governo britânico em uma consulta sobre a situação dos pagamentos em dinheiro e digitais na economia do futuro.

"Estudos mostram que seis de cada dez moedas de um e dois 'pennies' são usadas em uma única transação antes de sair de circulação. Em 8% dos casos, são jogadas fora ou guardadas", explica. A consulta destaca que seu custo de fabricação e distribuição é o mesmo de moedas de maior valor.

"O governo e a Casa da Moeda tiveram que produzir e emitir nos últimos anos mais de 500 milhões de moedas de um e dois centavos ao ano para substituir as que saíram de circulação", acrescentou.

O Executivo também indagou sobre a utilidade deste lançamento em face da crescente popularidade dos métodos de pagamento digital, que cresceram 85% desde 2006.

"O volume de pagamentos em dinheiro caiu de 62% em 2006 para 40% em 2016 e, de acordo com as previsões da indústria, cairá para 21% em 2026", disse o documento.

O dinheiro físico representou "apenas 15% do gasto total do consumidor em 2015".

A eliminação potencial dessas moedas gerou oposição.

"Quem conta cada centavo não vai apreciar quando os comerciantes arredondarem os preços de 99 centavos", disse o jornal Daily Mail nesta quarta-feira.

Vários deputados, tanto do partido conservador, quanto do trabalhista, lamentaram que as organizações de caridade seriam afetadas, já que costumam receber essas pequenas moedas perdidas nos bolsos dos cidadãos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.









Teaser Longform The citizens' meeting

Teaser Longform The citizens' meeting

The citizens' meeting

AFP