Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O monte Pastouri, no Parque Nacional Huascarán, em Ancash, Peru, no dia 16 de setembro de 2015

(afp_tickers)

A polícia de alta montanha do Peru resgatou vivos dois montanhistas espanhóis e um peruano de um total de nove desaparecidos após uma avalanche no monte Huascarán (6.768 de altura), na região de Ancash (noreste).

A Unidade de Salvamento de Alta Montanha da Polícia informou que os resgatados foram levados a uma clínica da cidade de Huaraz, onde fica Huascarán.

De acordo com a polícia, a saúde dos montanhistas está estável, embora apresentem traumatismos leves e feridas decorrentes da avalanche, que aconteceu na manhã de terça-feira.

Os socorristas continuavam buscando nesta quarta-feira três mexicanos e três peruanos, em meio às dificuldades pelo mal tempo. Oito agentes se encontram no local, apoiados pela Associação de Guias de Montanhas do Peru (AGMP).

O acidente ocorreu em uma área conhecida como 'Canaleta' ou 'Garganta', a cerca de 5.800 metros sobre o nível do mar, onde os socorristas chegaram três horas depois da avalanche, informaram as autoridades.

O presidente da Associação de Guias de Alta Montanha do Peru, Rafael Figueroa Chávez, explicou à imprensa que o incidente já foi comunicado às respectivas embaixadas.

O Huascarán fica na cordilheira ocidental dos Andes peruanos e é o monte mais visitado pelos alpinistas estrangeiros.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP