Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Imagem divulgada em 28 de julho de 2014 pela Nasa mostra rota de exploração da sonda Opportunity

(afp_tickers)

O robô Opportunity, da agência espacial americana, percorreu a maior distância em Marte já coberta por um veículo feito pelo homem para explorar outro corpo celeste, anunciou a Nasa esta segunda-feira.

Desde que chegou no planeta vermelho, em 2005, o robô movido a energia solar percorreu 40 km em solo marciano.

Esta distância supera o recorde anterior, que pertencia ao robô Lunokhod, da extinta União Soviética, e que pousou na Lua em 1973.

"O Opportunity foi mais longe do que qualquer outro veículo com rodas em outro planeta", disse John callas, diretor do projeto do robô de exploração marciano do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) em Pasadena, Califórnia.

"Isto é notável, considerando que o Opportunity visava a avançar cerca de um quilômetro e nunca foi projetado para percorrer grandes distâncias", acrescentou.

O Opportunity e seu robô gêmeo, o Spirit - hoje extinto - descobriram indícios de condições ambientais de umidade no passado de Marte, alguns dos quais seriam suficientemente moderados para ter sustentado a vida.

O robô está explorando agora a Cratera Endeavour, em Marte.

Seu sucessor, o robô Curiosity, foi lançado em 2012 e está nos arredores de outra cratera marciana, a Gale.

A Nasa informou que o robô soviético Lunokhod 2 pousou na Lua em 15 de janeiro de 1973 e percorreu cerca de 39 km em menos de cinco meses.

Estas cifras se basearam em cálculos feitos recentemente usando imagens das câmeras da sonda Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), da Nasa, que revelaram os rastros do Lunokhod 2, informou a agência espacial americana.

AFP