Uma nova rodada de negociações para avançar a um acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia se desenvolveu nesta semana em Buenos Aires com "progresso em todas as áreas" de discussão, informou nesta sexta-feira a chancelaria argentina.

"Estamos satisfeitos com a tarefa realizada pelas delegações, com avanços substantivos na maior parte das temáticas tratadas", afirmou em comunicado Horacio Reyser, secretário de Relações Econômicas Internacionais e chefe negociador pela Argentina.

Reyser não informou quais foram os avanços nem as áreas abordadas na discussão que prosseguirá em uma nova reunião em local e data ainda não determinados.

"Ainda restam temas a acordar, vamos precisar de uma nova reunião em data que ainda precisa definir", esclareceu o negociador pela Argentina, país que exerce a presidência pro tempore do Mercosul.

A última reunião foi celebrada em março passado, também na capital argentina.

Os países do Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) junto com os europeus iniciaram as negociações em 1999, e apesar de as duas partes terem anunciado em várias ocasiões estarem perto de um acordo definitivo, isso não chegou a acontecer em duas décadas de negociações.

Os principais entraves são relacionados ao setor agrícola e à resistência da UE a abrir seu mercado aos produtos do bloco. Mais recentemente houve divergências entre Brasil e UE em relação a carnes, açúcar e setor automotivo.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.