Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente colombiano destacou a importância desta cúpula para o processo de paz colombiano.

(afp_tickers)

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, inaugurou nesta terça-feira em Cartagena (norte) uma cúpula da Terceira Via focada no processo de paz de seu país, que conta com a participação do ex-presidente americano Bill Clinton e do ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair.

Diante de um auditório no qual também estavam presentes o ex-presidente do governo espanhol, Felipe González, e os ex-presidentes do Chile, Ricardo Lagos, e do Brasil, Fernando Henrique Cardoso, Santos pediu aos seus colegas que "ajudem com suas luzes e com sua experiência a orientar o processo de paz" colombiano.

"Com paz podemos levar a Terceira Via aqui na Colômbia ao seu potencial máximo", afirmou o presidente, destacando o lema que descreve este caminho alternativo ao liberalismo e ao comunismo: "O mercado até onde for possível, o Estado até onde for necessário".

"A Terceira Via aplicada aqui na Colômbia nos permitiu ter um modelo econômico não apenas bem-sucedido, mas também mais igualitário, e o conquistamos apesar de um conflito interno que nos atingiu em mais de meio século. Imaginem quanto mais podemos conquistar se tirarmos este obstáculo do caminho", disse Santos.

O governo de Santos, que foi reeleito há pouco mais de duas semanas para o período 2014-2018, realiza desde novembro de 2012 diálogos de paz com a principal guerrilha do país, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc, comunistas), e também anunciou diálogos exploratórios com o segundo grupo rebelde: o Exército de Libertação Nacional (ELN, guevarista).

O presidente colombiano, que em 1999 escreveu junto a Blair o livro "A Terceira Via: uma alternativa para a Colômbia", destacou a importância desta cúpula para o processo de paz colombiano tendo em vista - por exemplo - a experiência do ex-primeiro-ministro britânico com o IRA na Irlanda do Norte ou de Clinton com as aproximações entre Israel e Palestina.

"A Terceira Via não considera o Estado e o setor privado como setores antagônicos, mas os encara como aliados que podem se ajudar mutuamente", declarou sobre este modelo Santos, que durante a cúpula de um dia conversará com Blair e Clinton sobre o processo de paz colombiano, e depois participará de um diálogo intitulado "Da Paz ao Desenvolvimento" com González, Cardoso e Lagos.

AFP