Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente argentino, Mauricio Macri, em Buenos Aires, no dia 7 de abril de 2016

(afp_tickers)

Em encontro em Buenos Aires nesta quinta-feira, o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy (2007-2012) e o presidente argentino, Mauricio Macri, analisaram a situação internacional e suas perspectivas de comércio - informou a Casa Rosada.

Na visita privada de Sarkozy, ambos passaram em revista "a situação política e econômica da Europa e da América Latina", além das "perspectivas do comércio internacional", de acordo com a nota divulgada.

"Sarkozy comentou com Macri sobre sua experiência nas diversas reuniões do G-20, das quais participou como presidente de seu país", completou a Presidência.

Amanhã, o ex-chefe de Estado visitará o Espaço Memória e Direitos Humanos, um museu instalado no antigo centro clandestino de detenção Esma.

Mais de 5.000 presos políticos foram torturados no centro da Marinha de Guerra Esma na última ditadura (1976-83). Apenas cerca de 150 sobreviveram. Mais de 600 militares e policiais foram condenados por terrorismo de Estado desde 2003.

AFP