Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Imagem fornecida pela Nasa em 2014, representado seu satélite de observação de emissões de carbono

(afp_tickers)

Um satélite da Nasa revelou os picos sazonais de emissões de dióxido de carbono (CO2) ao redor da Terra e o aumento dos níveis de poluição que contribuem para o aquecimento global, informou nesta quinta-feira (12) um grupo de pesquisadores.

Os resultados de cinco estudos publicados na revista Science se baseiam em dados recolhidos pelo satélite Orbiting Carbon Observatory-2 - também conhecido como OCO-2 - que foi lançado pela agência aeroespacial americana em 2014.

O objetivo do programa é examinar a circulação e a evolução na atmosfera do CO2 produzido pela combustão de energias fósseis.

"Esses dados revelam uma mudança surpreendente no ciclo de carbono no hemisfério norte, segundo as estações, com um claro aumento do CO2 na atmosfera na primavera (boreal), procedente da vegetação terrestre", indicam os pesquisadores.

"Durante o inverno (boreal), a produção de CO2 procedente das plantas é mínima, enquanto a decomposição dos vegetais alimenta a produção de CO2 quando as temperaturas sobem".

"Isso, combinado às contínuas emissões da combustão de carbono e hidrocarbonetos por cima (do território) da China, da Europa e dos Estados Unidos explica que as taxas sazonais de CO2 alcancem o nível mais alto em abril no hemisfério norte", resume.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP