Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Centro espacial da Arianespace, em Kourou, Guiana Francesa

(afp_tickers)

O lançador europeu Vega colocou em órbita nesta terça-feira à noite dois satélites de observação, um deles dedicado aos efeitos das mudanças climáticas sobre a vegetação.

O lançamento aconteceu no centro espacial de Kourou, na Guiana Francesa.

Os dois satélites, OPSTAT-3000 e Venus, para uso civil e militar foram financiados por Itália, França e Israel, informou a Arianespace, a empresa de lançamento.

O Venus (Vegetation and Environment monitoring on a New Micro Satellite) é o primeiro satélite de observação da vegetação dedicado às mudanças climática, desenvolvido em conjunto pelo Centro Nacional de Estudos Espaciais (CNES) da França e pela Agência Espacial israelense.

Durante dois anos e meio o pequeno satélite fará fotografias a cada dois dias de 110 locais selecionados no mundo para entender a evolução da vegetação e do impacto da mudança climática nos ecossistemas naturais e na agricultura.

O segundo objetivo de Venus será estudar durante um ano o sistema israelense de propulsão elétrica.

O OPTSAT-3000 integra um programa de observação da Terra do ministério da Defesa italiano.

AFP