Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Setembro) Mulher saudita dirige em Jidá

(afp_tickers)

A Polícia saudita declarou, nesta segunda-feira (9), ter autuado uma mulher que aparece em um vídeo dirigindo, e exigiu o "respeito à lei" até a suspensão desta proibição, no ano que vem.

O incidente aconteceu menos de duas semanas após a publicação de um decreto real que autoriza as mulheres a dirigir a partir de junho de 2018. A Arábia Saudita é, até hoje, o único país do mundo onde mulheres não têm o direito de conduzir veículos.

A saudita que foi alvo do incidente foi autuada por ter infringido a legislação rodoviária após ter sido filmada pilotando um carro saindo de um hotel de luxo da capital saudita Riade.

"A mulher que conduzia saindo do hotel Ritz Carlton não foi presa", garantiu o porta-voz da polícia à AFP. Ela teria recebido uma "contravenção" - mas não foi precisado qual a natureza desta sanção.

"Nós apelamos a todos os cidadãos sauditas que respeitem a lei e esperem o fim da proibição formal de conduzir para as mulheres", declarou o porta-voz.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP