Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Piñera anuncia sua candidatura em Santiago

(afp_tickers)

O ex-presidente Sebastián Piñera lançou nesta terça-feira sua candidatura às eleições presidenciais de novembro no Chile, em meio a um favorável panorama nas pesquisas, que o colocam na liderança.

Piñera, que governou o Chile entre 2010 e 2014, voltará a disputar a Presidência chilena após passar um par de anos dedicado a seus negócios privados, devido à lei que impede a reeleição imediata.

"Diante de vocês e de todos os meus compatriotas anuncio minha decisão de lançar a candidatura à Presidência da República", disse Piñera em um comício realizado em um parque do centro de Santiago.

Piñera perdeu a eleição presidencial de 2005 para a socialista Michelle Bachelet, mas tentou novamente em 2009, quando se tornou o primeiro presidente de direita do Chile desde o fim da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

Segundo as pesquisas, Piñera lidera com 25% das intenções de voto para a eleição de 19 de novembro.

Do ato participaram Cecilia Morel, mulher de Piñera, e outros familiares, além de dezenas de políticos da coalizão de direita Chile Vamos e centenas de partidários do ex-presidente.

Piñera, proprietário de várias empresas, tem uma fortuna estimada em 2,5 bilhões de dólares, segundo a revista Forbes.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP