AFP

O presidente americano, Donald Trump

(afp_tickers)

Seis membros de uma comissão oficial encarregada de assessorar o presidente americano na luta contra a aids anunciaram neste domingo que apresentaram sua demissão por causa do "desinteresse" de Donald Trump no assunto.

Os seis especialistas -Scott Schoettes, Lucy Bradley-Springer, Gina Brown, Ulysses Burley, Michelle Ogle e Grissel Granados- afirmam em uma carta publicada pela Newsweek que o atual governo americano "não tem uma estratégia de luta contra a atual epidemia de HIV/aids".

Segundo eles, o Executivo não busca "qualquer informação" útil sobre o tema entre os especialistas do Conselho Assessor Presidencial sobre HIV/aids, que pode ter até 25 membros.

"Mais preocupante ainda", acrescentam os especialistas que renunciaram, é que o governo "defende leis que prejudicarão as pessoas portadoras de HIV cujos avanços na luta contra a doença serão interrompidos ou até mesmo revertidos".

"Não podemos ignorar os numerosos sinais enviados pelo governo Trump que mostram que não leva a sério a atual epidemia e as necessidades das pessoas com HIV", acrescentam.

AFP

 AFP