Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Membro das forças do governo iraquiano em Kirkuk, em 19 de outubro de 2017

(afp_tickers)

Ao menos seis pessoas morreram neste domingo em dius ataques suicidas no centro de Kirkuk, cidade que as forças iraquianas reconquistaram há três semanas das mãos dos curdos, indicou uma fonte dos serviços de segurança.

Doze pessoas ficaram feridas nas explosões, que aconteceram com um intervalo de 15 minutos, completou a fonte, sob condição de anonimato.

O primeiro ataque foi executado por um suicida que dirigia um carro-bomba e o segundo por um homem-bomba.

Este ataque ocorreu perto de uma antiga delegacia utilizada agora pelo Saraya al-Salam ("Brigadas de Paz", em árabe), unidades paramilitares do poderoso chefe xiita Moqtada Sadr, segundo a mesma fonte.

O Saraya al-Salam integra o Hashd al-Shaabi, força armada que teve um importante papel junto às tropas iraquianas na reconquista das zonas disputadas com o Curdistão.

Os ataques aconteceram no Boulevard Atlas, importante via da da cidade, de cerca de um milhão de habitantes, na qual há inúmeros comércios e administrações.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP