Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Jon Huntsman depõe ao comitê de Relações Exteriores do Senado em 19 de setembro de 2017

(afp_tickers)

O Senado dos Estados Unidos confirmou nesta quinta-feira a nomeação do experiente diplomata Jon Huntsman como embaixador na Rússia, um posto crucial enquanto avançam as investigações sobre a suposta interferência russa nas últimas eleições presidenciais americanas.

Huntsman, de 57 anos, ocupou cargos importantes em várias administrações, destacando seu cargo como embaixador na China com o governo de Obama, justamente depois de competir sem sucesso para obter a indicação republicana para as eleições de 2012.

O ex-governador de Utah foi confirmado em uma votação por aclamação no Senado. Durante sua audiência de confirmação, Huntsman disse, entre outras coisas, que "não há dúvidas" de que a Rússia havia interferido no processo eleitoral dos Estados Unidos em 2016 e que Moscou continuava "ameaçando a estabilidade" na Europa.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP