Navigation

Senadores nos EUA propõem projeto da lei para dar proteção migratória a venezuelanos

Esta foto de archivo tomada el 22 de agosto de 2018 muestra a migrantes venezolanos en tránsito por Ecuador afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 13. dezembro 2018 - 20:57
(AFP)

Um grupo de senadores americanos propôs nesta quinta-feira (13) um projeto para dar proteção migratória aos venezuelanos em resposta à crise política e econômica vivida no país.

O projeto concederia aos venezuelanos um estatuto de proteção temporária (TPS), uma fórmula jurídica que existe nos Estados Unidos há décadas que impede a deportação e outorga permissão de trabalho a cidadãos de países que sofrem situações de conflito, crise humanitária ou desastres naturais.

O senador republicano Marco Rubio, um dos impulsionadores do projeto, disse que dar este estatuto de proteção será uma solução temporária para muitos venezuelanos que temem voltar a seu país pela crise.

Para o senador democrata Bob Menéndez, dar a eles este estatuto de proteção e apoiar os sistemas de imigração da região é ser responsável no nível moral e humanitário.

"A extraordinária amplitude da crise política, econômica e humanitária obrigou milhões de venezuelanos a deixar o país, o que criou uma agitação que agora se sente por toda a região", disse o senador democrata.

O projeto daria uma proteção de 18 meses a partir do momento da aprovação da lei a pessoas que já se encontrem no território americano.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.