AFP

(Arquivo) Imagem do resgate de migrantes na costa da Líbia divulgada pela Armada alemã, em 15 de março de 2016

(afp_tickers)

Os corpos sem vida de sete migrantes, entre eles o de uma criança de aproximadamente oito anos, foram encontrados neste domingo pelos serviços de resgate da ONG MOAS, em embarcações à deriva em frente à costa líbia, segundo essa organização e a guarda-costeira italiana.

"Imagine levar o corpo sem vida de uma criança de oito anos até a sua casa no dia da Páscoa. Nunca esquecerei esse dia", desabafou no Twitter Chris Catrambone, fundador da MOAS.

Neste domingo, voltaram a ser feitas novas operações para resgatar mais de 2.000 pessoas, segundo os serviços da guarda-costeira italiana, que coordena o dispositivo de resgate na zona central do Mediterrâneo.

As ONGs fizeram um chamado para pedir mais embarcações que possam ser deslocadas no lugar, já que seus próprios barcos alcançaram a capacidade máxima de migrantes resgatados, enquanto as condições do tempo começam a piorar.

No sábado, aproximadamente 4.500 migrantes foram resgatados em 35 operações de salvamento, principalmente realizadas por barcos fretados por ONGs, como a MOAS, segundo a guarda-costeira.

Com o bom tempo que predomina no litoral da Líbia, as embarcações repletas de migrantes que tentam chegar à Europa se multiplicaram.

AFP

 AFP