Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Policiais em confronto com estudantes em Caracas, em 4 de maio de 2017

(afp_tickers)

Um homem de 22 anos morreu nesta sexta-feira depois de ter sido gravemente ferido nos distúrbios registrados na véspera na cidade venezuelana de Valencia (norte), informaram a prefeitura local e fontes médicas, o que eleva para 36 o número de mortos nos protestos na Venezuela.

Hecder Lugo Pérez morreu por causa de um ferimento a bala na cabeça.

Ao menos outras quatro pessoas ficaram feridas durante os choques entre manifestantes opositores e militares em Valencia, onde também ocorreram saques ao comércio.

A morte de Pérez aumenta para 36 o número de mortos dos protestos iniciados desde 1o. de abril para exigir eleições gerais e a saída antecipada do presidente Nicolás Maduro, a quem acusa pela grave crise política e conômica do país.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP