Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O tremor, que o Instituto Geofísico (IG) do Equador calculou em 6,3 graus, foi um dos mais fortes registrados desde o potente terremoto de sábado

(afp_tickers)

O número de mortos pelo potente terremoto de 7,8 graus que sacudiu no sábado o Equador subiu para 525, informou a procuradoria.

Até a noite de terça-feira, a procuradoria registou apenas na província de Manabí (oeste), epicentro do terremoto, 525 mortos, onze deles estrangeiros.

No entanto, as autoridades em informes anteriores também informaram sobre mortos na província de Guayas (sudoeste).

O Equador foi sacudido novamente na madrugada desta quarta-feira por um forte tremor, que provocou alarme entre as pessoas que participam nos trabalhos de resgate.

O novo terremoto, de 6,1 graus segundo o Instituto de Estudos Geológicos dos Estados Unidos e 6,2 de acordo com o Instituto Geológico do Equador, foi prolongado, mas não foram constatados danos até o momento.

O epicentro foi localizado a uma profundidade de 15,7 quilômetros, a 25 km de Muisne e a 73 km de Propicia. As autoridades não ativaram o alerta de tsunami.

AFP