Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Médicos atendem um ferido suspeito de ser o soldado norte-coreano, em um hospital de Suwon, Coreia do Sul

(afp_tickers)

Um soldado norte-coreano recebeu seis impactos de bala em uma dramática fuga para a Coreia do Sul, informaram nesta terça-feira fontes médicas e militares, acrescentando que o homem foi levado com vida a um hospital.

O Comando das Nações Unidas (UNC) dirigido pelos Estados Unidos, que monitora o povoado de fronteira de Panmunjom, revelou que o soldado desceu de um veículo nas imediações da zona demarcada que separa as duas Coreias e correu em direção ao Sul.

"Assim que desceu do veículo correu, atravessando a fronteira, enquanto outros soldados atiravam da Coreia do Norte", informou o UNC.

Um oficial do comando militar conjunto sul-coreano revelou que os guardas de fronteira norte-coreanos efetuaram mais de 40 disparos.

Um médico que atendeu o soldado - levado de helicóptero para um hospital - disse que o militar recebeu meia duzia de tiros, o mais grave no estômago.

"Tem ao menos seis ferimentos por bala, incluindo um no estômago, o mais sério", revelou o médico Lee Cook-Jong.

Panmunjom é a aldeia situada onde em 1953 se firmou o armistício que acabou com a Guerra da Coreia, iniciada três anos antes.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP