AFP

Soldado israelense em Jenin em 28 de fevereiro de 2017

(afp_tickers)

Soldados israelenses que realizavam disparos nesta sexta-feira (09) durante um combate ao norte da Faixa de Gaza mataram um palestino, informou o ministério da Saúde do movimento islamita Hamas, que governa o enclave.

"Aeid Jumaa, de 35 anos, morreu e outros seis palestinos ficaram feridos por disparos israelenses em enfrentamentos ao longo da fronteira da Faixa de Gaza", indicou Ashraf Al Qodra, porta-voz do ministério da Saúde de Gaza.

Interrogado pela AFP, uma porta-voz do exército israelense indicou que "centenas de manifestantes palestinos queimaram pneus e atiraram pedras nos soldados localizados ao longo da cerca" que separa o território israelense e a Faixa de Gaza.

Não foi possível atestar se palestinos morreram ou ficaram feridos pelos disparos.

Israel e Hamas estão sob cessar-fogo precário desde o fim da guerra de 2014, a terceira ocorrida desde que o movimento islâmico tomou o poder do território em 2007.

Os Territórios Palestinos e Israel passam por uma onda de violência que ocasionou a morte desde o dia 1º de outubro de 2015 de 269 palestinos, além de 41 israelenses, 2 americanos, 2 jordanianos, 1 eritreu, 1 sudanês e 1 britânica, de acordo com registro da AFP.

A maioria dos palestinos mortos são autores ou supostos autores de ataques anti-israelenses, geralmente cometidos com armas brancas por jovens marginais.

Outros morreram em combates com as forças israelenses ou em bombardeios provenientes de Israel contra a Faixa de Gaza.

Nos últimos meses a violência registrada foi menor.

AFP

 AFP