Navigation

Sonda InSight instala sismógrafo francês em Marte

Reprodução da sonda InSight afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 20. dezembro 2018 - 16:31
(AFP)

A sonda InSight, que chegou a Marte no mês passado, instalou com sucesso na superfície marciana um sismógrafo hipersensível de fabricação francesa, um instrumento-chave para continuar sua missão científica, anunciou a Nasa nesta quinta-feira.

Este aparelho, que custa milhões de euros e foi criado pela agência francesa CNES, serve para escutar as vibrações do interior do Planeta Vermelho e descobrir mais sobre a história de sua formação.

"A instalação do sismógrafo é tão importante quanto o pouso da InSight em Marte", declarou o responsável científico da missão na Nasa, Bruce Banerdt.

"É o instrumento mais prioritário da InSight: precisamos dele para conseguir, pelo menos, três quartos de nossos objetivos científicos", acrescentou.

A sonda depositou o sismógrafo com seu braço robótico, 1,64 metro à sua frente, segundo a agência espacial americana.

O instrumento, chamado SEIS (Seismic Experiment for Interior Structure, experimento sísmico para estrutura interna) escutará as vibrações mais ínfimas do solo, que são provocadas principalmente por ondas de choque de meteoritos e sismos.

Estas ondas permitirão traçar o primeiro mapa em três dimensões do interior de Marte, o que permitirá compreender melhor a formação, há bilhões de anos, do chamado Planeta Vermelho.

"Ter este sismógrafo no solo é como ter um telefone perto da orelha", explicou o geofísico francês Philippe Lognonné, pesquisador do Institut de Physique du Globe de París e pai deste precioso instrumento.

A sonda InSight, avaliada em 993 milhões de dólares, chegou a Marte em 26 de novembro.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.