Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Um avião precisou dar voltas no ar por mais de dez minutos porque os controladores de tráfego aéreo do aeroporto chinês dormiram, o que motivou preocupações sobre a segurança

(afp_tickers)

Um avião precisou dar voltas no ar por mais de dez minutos porque os controladores de tráfego aéreo do aeroporto chinês dormiram, o que motivou preocupações sobre a segurança.

Por cerca de 15 minutos, as insistentes chamadas dos pilotos de um avião da China Eastern Airlines que tentava aterrissar no aeroporto de Wuhan, no centro da China, não receberam resposta.

Isso ocorreu porque os controladores de tráfego aéreo haviam dormido, o que obrigou o Boeing 737 procedente da ilha tropical de Hainan, no sul do país, a dar voltas no ar durante vários minutos antes de conseguir pousar, segundo o site de informação Sina.com.

Os dois controladores de serviço "dormiram durante o trabalho", reconheceram as autoridades chinesas de aviação civil, citadas pela revista financeira Caijing.

Desde que o incidente foi revelado, as redes sociais chinesas ardem de indignação e os internautas se perguntam sobre a segurança nos aeroportos do país.

"É um trabalho cansativo, mas é injustificável dormir em pleno trabalho. A vida de centenas de pessoas depende destas pessoas em suas torres de controle", comentou preocupado um usuário do Weibo, o Twitter chinês.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.









swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP