AFP

O foguete Falcon 9 da SpaceX, durante a preparação para um lançamento no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, em 17 de fevereiro de 2017

(afp_tickers)

A empresa Space X adiou neste domingo por 24 horas o lançamento de uma carga secreta do governo dos Estados Unidos, conhecida apenas como NROL-76, devido a um problema com os sensores do foguete.

"Decidimos suspender o lançamento de hoje", disse um porta-voz da SpaceX, descrevendo o problema como algo relacionado à primeira parte do foguete Falcon 9.

Outra janela para o lançamento será aberta na segunda-feira às 07h00 locais (08h00 de Brasília).

A carga do National Reconnaissance Office, que produz e opera satélites de espionagem para os Estados Unidos, será o primeiro lançamento militar para a companhia dirigida pelo multimilionário Elon Musk.

"Como um assunto de política e devido a sua classificação, o NRO não fornece informação sobre nossos contratos", disse uma porta-voz da SpaceX à AFP.

Até agora, os Estados Unidos gastaram bilhões de dólares por ano na United Launch Alliance (ULA), uma operação conjunta com os construtores de naves Boeing e Lockheed Martin para lançar os satélites do governo.

Em 2014, a SpaceX criticou o fato de a força aérea empregar apenas a ULA, argumentando que destinava bilhões de dólares a apenas uma companhia para os lançamentos vinculados à segurança nacional.

A SpaceX foi contratada para enviar o NROL-76 "depois de uma concorrência", disse a porta-voz da NRO, ressaltando não saber quando o contrato foi concedido.

AFP

 AFP