Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Imagem capturada de vídeo da Nasa mostra o foguete Falcon 9 da SpaceX pronto para o lançamento no Cabo Canaveral, em 18 de fevereiro de 2017

(afp_tickers)

Uma nave não tripulada da SpaceX com alimentos e equipamentos partirá no domingo rumo à Estação Espacial Internacional (ISS) após suspender, neste sábado, seu lançamento a partir de uma antiga plataforma da Nasa por um problema no motor do foguete.

A SpaceX cancelou o lançamento de sua cápsula Dragon antes da decolagem devido a um problema técnico no motor do foguete Falcon 9.

"Abortamos hoje", disse um porta-voz da SpaceX, explicando que a decisão foi tomada "por uma grande precaução".

O lançamento da nave Dragon, que leva uma carga de 2.267 quilos, estava previsto para às 10H01 (13H01 de Brasília) da plataforma 39A do Cabo Canaveral, que foi construída para as primeiras missões à Lua da Agência Espacial Americana (Nasa) nos anos 1960 e 1970.

A empresa SpaceX, liderada pelo multimilionário Elon Musk, negociou a locação da plataforma em 2013, superando sua adversária Blue Origin, comandada por Jeff Bezos, o fundador da Amazon.

Para 2018, quando está previsto que a plataforma esteja completamente pronta para enviar astronautas ao espaço, a companhia terá gasto mais de 100 milhões de dólares em sua adaptação aos modelos de naves espaciais modernas, disse Gwynne Shotwell, diretora de operações da SpaceX.

A SpaceX sofreu dois caros desastres nos últimos dois anos: uma explosão na plataforma que destruiu um foguete e o satélite que carregava em setembro, e a explosão em junho de 2015 após o lançamento que destruiu uma cápsula Dragon com carga destinada à ISS.

Com sede em Hawthorne, na Califórnia, a empresa voltou a ter sucesso em janeiro com o lançamento de um foguete Falcon 9 que transportava 10 pequenos satélites da empresa de comunicação Iridium.

Na sexta-feira, a SpaceX descobriu o que Shotwell descreveu como um "pequeno" vazamento de hélio na segunda perna do Falcon 9.

Depois de os engenheiros passarem o dia resolvendo o problema, Musk disse no Twitter que mantinha a contagem regressiva para o lançamento deste sábado.

Mas o problema no motor obrigou um cancelamento no último minuto.

A próxima tentativa de lançamento está prevista para domingo às 9H38 (11H38 de Brasília).

Após o lançamento, a SpaceX planeja tentar fazer o foguete retornar a terra firme em outro setor do Cabo Canaveral.

Se tiver sucesso, a aterrissagem em posição vertical da primeira perna do Falcon 9 marcará a terceira vez que a empresa consegue retornar o foguete.

AFP