Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Um foguete Falcon 9 da SpaceX é lançado em Cabo Canaveral, Flórida, no dia 8 de abril de 2016

(afp_tickers)

A empresa americana SpaceX fracassou nesta quarta-feira na tentativa de pousar o primeiro estágio de seu foguete Falcon 9 em uma plataforma no oceano Atlântico, após ter conseguido realizar esta manobra três vezes seguidas - duas na água e uma em terra.

O segundo estágio do foguete conseguiu, no entanto, colocar em órbita dois satélites de comunicação, um da empresa francesa Eutelsat e outro da companhia ABS, sediada nas ilhas Bermudas.

O lançador de 70 metros de altura se partiu e se incendiou ao chegar na plataforma, como pôde ser visto em uma transmissão em vídeo ao vivo da SpaceX.

O diretor da empresa californiana, Elon Musk, confirmou horas depois o fracasso do pouso no Twitter.

Trata-se de um "RUD", disse Munsk, usando uma expressão comum no meio aeroespacial que se refere a "Rapid Unscheduled Disassembly" - "desmontagem rápida não-programada", que significa a destruição ou explosão da aeronave.

O foguete foi lançado na região de Cabo Canaveral, na Flórida, às 10h29 locais (11H29 em Brasília), e os satélites foram postos em órbita 30 minutos depois.

Foi o sexto lançamento da SpaceX desde o começo do ano.

AFP