Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Heather Unruh, a mãe de um jovem que acusa Kevin Spacey de agredi-lo sexualmente, em uma coletiva de imprensa em Boston com seu advogado.

(afp_tickers)

Um jovem que afirma ter sido abusado sexualmente por Kevin Spacey em julho de 2016 em uma ilha perto de de Boston apresentou uma denúncia, e a polícia abriu uma investigação, disse nesta quarta-feira a mãe da vítima.

Consultada posteriormente, a polícia de Nantucket Island, onde ocorreu a suposta agressão, disse que não podia confirmar nem negar a apresentação da denúncia de abuso sexual "sem uma autorização escrita da vítima".

Heather Unruh, jornalista e mãe do demandante, tuitou em 13 de outubro sobre este incidente, mas sem dizer que se tratava de seu filho, que tinha 18 anos no momento do abuso, e sem dar detalhes.

Na quarta-feira, Heather Unruh, acompanhada pelo advogado Mitchell Garabedian, que representou as vítimas do escândalo de pedofilia da Diocese de Boston, contou a jornalistas como seu filho, cujo nome não revelou, tinha sido vítima do protagonista da série "House of Cards" em um bar de Nantucket.

"Em julho de 2016, o ator Kevin Spacey abusou sexualmente de meu filho, a altas horas da noite em um bar-restaurante em Nantucket Island", disse Unruh em uma conferência de imprensa em Boston.

"Spacey pediu uma bebida após a outra para ele, e uma vez que meu filho estava embriagado, passou à ação e o atacou. Enfiou a mão na calça do meu filho e agarrou seus genitais".

Apesar das tentativas do jovem de se esquivar, a agressão continuou e Spacey insistiu para que os dois se encontrassem na noite seguinte, segundo Unruh.

Finalmente, quando Spacey se ausentou para ir ao banheiro, uma mulher "que viu o quanto ele estava preocupado se aproximou de meu filho e lhe aconselhou a fugir, o que ele fez", e se refugiou na casa de sua avó, explicou.

Heather Unruh disse que seu filho não fez a denúncia na época "basicamente por vergonha e medo".

Apenas "na semana passada", depois de que se multiplicaram as acusações contra o ator, que o jovem foi à polícia, que então abriu uma investigação, confirmou o advogado Garabedian.

Vários homens acusaram Kevin Spacey de abuso sexual desde o final de outubro, após a revelação do caso Weinstein e da onda de denúncias que se seguiu.

A polícia de Londres abriu uma investigação contra ele por suposto abuso sexual cometido em 2008, quando Spacey dirigia o célebre Old Vic Theatre, segundo a imprensa britânica.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP