Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivos) Logo do Spotify em Nova York, no dia 11 de dezembro de 2013

(afp_tickers)

O serviço de música por streaming Spotify anunciou nesta quarta-feira que se expandirá devido ao grande crescimento do mercado e, por isso, mudará sua sede nos Estados Unidos para o novo edifício do World Trade Center em Nova York.

A empresa sueca, líder no mercado de música online, criará mil postos de trabalho e manterá os 832 existentes quando mudar de escritório no próximo ano, disse o governador de Nova York, Andrew Cuomo.

Spotify, cujas operações nos Estados Unidos já estão em Manhattan, irá se transferir para o World Trade Center 4, planejado por Fumihiko Maki e que será a primeira torre completamente alugada neste complexo reconstruído depois dos atentados de 11 de setembro de 2001.

A empresa, cujo conselheiro-geral Horacio Gutierrez disse que Nova York deu à companhia "acesso aos mais diversos talentos do mundo", se beneficiará de 11 milhões de dólares em apoios do estado para impulsionar sua mudança.

O mercado da música streaming e online cresceu rapidamente em todo o mundo. Nos Estados Unidos as inscrições do Spotify e de seus rivais aumentaram mais que o dobro apenas em 2016.

Para comemorar o anúncio, Cuomo publicou uma lista de músicas no Spotify, assim como foi feito por uma série de político, na qual incluiu temas de U2, Bob Dylan, Tom Waits e Billy Joel, originário de Nova York e conhecido por ser amigo do governador.

AFP