Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O cosmólogo britânico Stephen Hawking lançou nesta segunda-feira a maior busca de vida extraterrestre já realizada, com um projeto de 10 anos que pretende escanear o espaço em busca de sinais de vida inteligente

(afp_tickers)

O cosmólogo britânico Stephen Hawking lançou nesta segunda-feira a maior busca de vida extraterrestre já realizada, com um projeto de 10 anos que pretende escanear o espaço em busca de sinais de vida inteligente.

O projeto Breakthrough Listen, apoiado pelo empreendedor russo Yuri Milner, custará 100 milhões de dólares e será a tentativa mais poderosa, completa e intensiva de buscar sinais de vida extraterrestre no universo.

"Em um universo infinito, devem existir outros casos de vida. Pode ser que, em algum lugar do cosmos, talvez exista vida inteligente", declarou Hawking no lançamento deste projeto na Royal Society, a academia britânica de Ciências, em Londres.

"Seja como for, não há maior pergunta. É hora de se comprometer a encontrar uma resposta, de buscar vida além da Terra. Devemos saber", acrescentou.

O projeto utilizará alguns dos maiores telescópios já criados para buscar sinais de laser e espectros eletromagnéticos.

Em paralelo a esta iniciativa, foi lançado o projeto Breakthrough Message, uma competição internacional para criar mensagens digitais que representem a humanidade.

Até o momento, não foi decidido enviar mensagens ao espaço, e o projeto deve gerar debate sobre se os seres humanos devem fazer isso ou não.

AFP