Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Foto tirada em 16 de janeiro de 2012 mostra o cantor e poeta canadense Leonard Cohen em Paris

(afp_tickers)

Um ano depois da morte de Leonard Cohen, músicos como os britânicos Sting e Elvis Costello e o americano Philip Glass farão uma homenagem ao cantor em um show em sua Montreal natal, anunciou sua família nesta segunda-feira.

O tributo será realizado em 6 de novembro no estádio Bell Centre de Montreal, e os lucros serão destinados a grupos de arte canadenses. Espera-se que o primeiro-ministro, Justin Trudeau, compareça ao evento.

Convidando os seguidores de Cohen de todas as partes do mundo a comparecerem ao show, seu filho Adam Cohen explicou que o pai deixou instruções para ser enterrado na cidade, junto com seus pais, e de que o funeral fosse discreto.

Mas ele disse: "Se você quer um evento público, que seja em Montreal", indicou Adam, também músico, em um comunicado.

"Vejo este show como um cumprimento das obrigações para com o meu pai: que nos juntemos em Montreal para fazer soar os sinos que ainda podem soar", indicou.

Costello e Sting, assim como Cohen, são compositores conhecidos por sua sensibilidade literária, enquanto Glass é um dos autores vivos mais influentes.

O evento contará, ainda, com a participação dos canadenses k.d. lang e Feist, da cantora americana Lana Del Rey, do cantor-compositor Damien Rice e dos roqueiros folk fundadores do The Lumineers, Wesley Schultz e Jeremiah Fraites.

Cohen morreu aos 82 anos em sua casa de Los Angeles, no último 7 de novembro.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP