Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Uma pessoa em cada 13, ou 7,7% da população, era pobre em 2012 na Suíça, um dos países mais ricos do mundo e que situa o limite da pobreza acima dos 2.500 dólares mensais

(afp_tickers)

Uma pessoa em cada 13, ou 7,7% da população, era pobre em 2012 na Suíça, um dos países mais ricos do mundo e que situa o limite da pobreza acima dos 2.500 dólares mensais, segundo dados publicados nesta terça-feira pelo escritório federal de estatísticas.

A porcentagem equivale a 590.000 pessoas. Dessas, 130.000 exerciam uma atividade remunerada.

Na Suíça, o limite da pobreza está em 2.200 francos suíços (2.640 dólares) ao mês para uma pessoas sozinha, e 4.050 CHF (US$ 4.500) mensais para uma casa com dois adultos e duas crianças.

Os grupos mais expostos são as famílias monoparentais, os adultos que vivem sozinhos, as pessoas sem formação e as que vivem em uma casa onde ninguém trabalha.

Globalmente, a taxa de pobreza na Suíça se manteve quase estável entre 2011 e 2012, e baixou desde desde 2007, quando era de 9,3%.

AFP