Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Vista da central de Beznau, perto de Dottingen

(afp_tickers)

A central nuclear suíça de Beznau, a mais antiga do mundo, voltou a funcionar nesta segunda-feira, após uma interrupção de três dias devido a um problema técnico, anunciou a Axpo, empresa que administra o local.

"Os trabalhos de reparação de um cabo de 220 kw de um transformador localizado na parte não nuclear das instalações terminaram", informou a empresa em um comunicado.

O reator número 2 da central de Beznau, instalado no cantão de Aargau (norte), perto da fronteira com a Alemanha, voltou a ser conectado com a rede de energia elétrica.

O reator número 1 permanece parado desde março de 2015 por motivos técnicos.

Em operação desde 1969, Beznau é a central nuclear mais antiga do mundo em atividade, após o fechamento em 2012 do reator nuclear de Oldsbury na Grã-Bretanha.

A Suíça tem quatro centrais nucleares, com cinco reatores no total, que produzem quase um terço da energia elétrica do país.

Em maio, os suíços decidiram em um referendo que o país deve abandonar a médio prazo a energia nuclear, com a aprovação por 58,2% dos votos uma lei que proíbe a construção de novas centrais atômicas.

AFP