Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Cão de 12 anos passa por uma dieta a base de líquidos, na residência para animais idosos

(afp_tickers)

Assim como a população, os cães estão envelhecendo no Japão, onde uma rede de supermercados decidiu abrir um centro para os peludos da terceira idade.

A Aeonpet, filial do mercado pet do gigante da distribuição Aeon, inaugurará na próxima segunda-feira sua primeira residência para caninos idosos em Makugari, leste de Tóquio.

Tudo está previsto para a comodidade dos cachorros velhinhos: um centro médico aberto 24 horas e sete dias por semana, um salão de beleza, um ginásio e, inclusive, uma piscina para tratamento de fisioterapia para os pensionistas com deficiências físicas.

"Muitos animais envelhecem ao mesmo tempo que seus donos, o que se converte num problema muito sério. Espero que esta iniciativa seja o início de uma solução", explica o presidente de Aeonpet, Akihiro Ogawa.

"Já recebemos um pedido de uma pessoa mais velha que vive sozinha e se preocupa muito com seu cachorro de 15 anos, caso aconteça algo", contou à AFP Misako Fujii, diretor do asilo.

O centro também proporcionará tratamento para animais que sofram de senilidade.

A admissão custa 100.000 ienes por mês (984 dólares) com tudo incluído para um cão de porte pequeno, 150.000 para os de porte médio e 200.000 para os maiores.

AFP