AFP

Logo do grupo espanhol de telecomunicações Telefónica, em 5 de fevereiro de 2010 em Madri

(afp_tickers)

A gigante das telecomunicações espanhola Telefónica foi vítima nesta sexta-feira de um vírus cibernético que obrigou a empresa a desligar todos os computadores de sua sede em Madri.

"É um vírus. Estamos esperando para ver as implicações", afirmou à AFP uma fonte da Telefónica que pediu anonimato.

O vírus "afetou centenas de computadores na sede central", completou a fonte, antes de destacar que o serviço aos usuários não foi alterado.

A imprensa espanhola informou no fim da manhã desta sexta-feira que a Telefónica havia sido vítima de um grande ataque, a ponto dos funcionários terem recebido a ordem, por um megafone, de desligar rapidamente os computadores.

A fonte da empresa admitiu que um megafone foi utilizado, mas não confirmou o ataque nem a difusão de um vírus.

Os clientes da Telefónica também poderiam ser ameaçados porque seus servidores são armazenados pela empresa.

AFP

 AFP