Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Manifestantes protestam em frente ao Planalto Central contra o presidente Michel Temer em Brasília, no dia 2 de agosto de 2017

(afp_tickers)

O presidente Michel Temer conseguiu nesta quarta-feira os votos suficientes na Câmara dos Deputados para barrar uma denúncia de corrupção.

A possibilidade de a denúncia contra Temer ser encaminhada para o Supremo Tribunal Federal foi descartada quando os votos contrários somados às ausências impediram a oposição de obter os 342 votos necessários (dois terços da Casa).

Temer se encaminha a uma vitória: pouco depois das 20H30, 176 deputados haviam se pronunciado contra o prosseguimento da denúncia, 153 a favor, um se absteve e 13 estavam ausentes.

Temer, de 76 anos, foi denunciado pela Procuradoria Geral da República de ter recebido um suborno de 500.000 reais pagos pela empresa JBS.

O presidente afirma que a acusação se trata de uma "ficção" construída para prejudicá-lo e que ameaça a recuperação do país.

AFP