Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Membros das Farc chegam em Buenaventura no dia 4 de fevereiro de 2017

(afp_tickers)

A chegada de 6.900 membros da guerrilha das Farc a zonas onde deixarão as armas, durante o processo de paz assinado com o governo da Colômbia, terminou no sábado, informou a missão da ONU.

"Com a chegada de aproximadamente 300 integrantes dos fronts 3, 14 e 15 das Farc" a um ponto de concentração no sul do país, foi possível "agrupar aproximadamente 6.900 homens e mulheres das Farc-EP, mediante o percurso de aproximadamente 8.700 quilômetros a pé, em veículos e embarcações", disse o general Javier Pérez Aquino, chefe dos observadores internacionais da missão da ONU.

"No dia de hoje nesta vereda de Água Bonita, município de La Montañita no Departamento de Caquetá, são recebidas as últimas estruturas das Farc", assegurou Pérez Aquino, que também é coordenador do Mecanismo de Monitoramento e Verificação (MM&V) do acordo.

"Gratidão e reconhecimento aos que demonstraram que #APazAvança", escreveu em seu Twitter o presidente Juan Manuel Santos.

Pérez Aquino reconheceu "como muito positiva" a decisão das Farc de ingressar nas zonas, "apesar da falta de preparação dos acampamentos na maior parte" delas e pediu que acelerassem os trabalhos para adequá-las.

Os deslocamentos dos guerrilheiros até os 26 pontos do país onde deixarão, progressivamente, as suas armas começaram em 28 de janeiro.

AFP