Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Vista da ilha de Ischia, na Itália, em 6 de abril de 2006

(afp_tickers)

Um terremoto de 3,6 graus de magnitude sacudiu na noite desta segunda-feira a ilha de Ischia, na costa de Nápoles, matando uma mulher e deixando sete desaparecidos, informou a imprensa italiana.

A mulher morreu em Casamicciola, no noroeste da pequena ilha turística, ao ser atingida pelos escombros que caíram de uma Igreja, revelou a imprensa italiana, acrescentando que há sete desaparecidos sob uma casa que desabou.

O tremor deixou ainda 25 feridos leves.

O terremoto aconteceu às 20H57 (16H57 Brasília), com epicentro localizado a 10 km da ilha. Uma hora após o abalo, os bombeiros anunciaram vários desabamentos e danos em prédios.

O único hospital da ilha foi parcialmente evacuado após ser afetado pelo tremor.

Os restaurantes de Ischia estavam repletos e muitas lojas funcionavam quando ocorreu o terremoto, informaram testemunhas no Twitter.

O tremor acontece dias antes do primeiro aniversário, na quinta-feira, do terremoto que matou 299 pessoas em Amatrice e municípios vizinhos no centro da Itália.

A ilha de Ischia é sacudida por terremotos com frequência, sendo o mais grave em 1883, de 5,8 graus, que deixou mais de 2 mil mortos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP