Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Hackers do século XXI teriam uma queda por um clássico da literatura do século XIX, o romance 'Razão e Sensibilidade', de Jane Austen, escondendo-se cada vez mais por trás de extratos literários

(afp_tickers)

Hackers do século XXI teriam uma queda por um clássico da literatura do século XIX, o romance "Razão e Sensibilidade", de Jane Austen, escondendo-se cada vez mais por trás de extratos literários.

Trata-se de uma nova maneira de esconder uma série de vírus que permite se infiltrar ilegalmente em computadores e redes informáticas, de acordo com um relatório divulgado nesta terça-feira por pesquisadores da Cisco Security.

"Adicionar passagens de um texto clássico às páginas na internet (usadas por hackers) é uma técnica de dissimulação muito mais eficaz do que a abordagem tradicional de usar um texto aleatório", explicam.

"O uso de textos de obras contemporâneas, como revistas ou blogs, é outra estratégia eficaz. Os antivírus e outros sistemas de segurança são mais propensos a considerar tal página como segura depois de 'ler' esses textos", acrescentam.

De acordo com a Cisco, encontrar referências aos personagens de Jane Austen em uma página web "pode ​​confundir, mas não é uma razão de preocupação imediata".

A pessoa por trás da pirataria literária e por que este romance foi escolhido em vez de outro continua a ser um mistério, reconhece Jason Brvenik, um engenheiro da Cisco.

"Isto é uma seleção aparentemente aleatória, mas sempre vem deste livro", disse à AFP.

Os pesquisadores apontam que este é apenas um exemplo da capacidade dos hackers de inovar para contornar a proteção do computador.

AFP