Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Palestinos transportam corpos de crianças mortas por ataque israelense em Gaza, em 21 de agosto

(afp_tickers)

Três comandantes do braço armado do movimento islamita palestino Hamas morreram na manhã desta quinta-feira como consequência de um bombardeio da aviação israelense em Rafah, no sul da Faixa de Gaza, anunciou a própria organização.

As Brigadas Ezzedin Al-Qassam identificaram em um comunicado os três homens como Mohamed Abu Shamala, Raed al-Atar e Mohamed Barhum.

Este bombardeio ocorre dois dias após outro ataque aéreo que matou a esposa e um filho do chefe das Brigadas, Mohamed Deif, que, segundo o movimento, segue vivo.

Segundo os serviços de emergência palestinos, um ataque aéreo que destruiu um edifício em Rafah deixou sete palestinos mortos. Não estava claro até o momento se os três chefes militares estavam incluídos neste balanço.

Outro bombardeio no acampamento de refugiados de Nuseirat (centro) deixou mais um palestino morto, declarou o porta-voz dos serviços de emergência em Gaza, Ashraf al-Qodra.

AFP