Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(22 jun) Ato do PSUV em Caracas

(afp_tickers)

Mais de 3 milhões de venezuelanos votaram neste domingo nas primárias do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), que reúne as forças pró-governo, para escolher os candidatos para as eleições legislativas de 6 de dezembro.

"Chegamos a 3.162.300 votantes. Foi um dia histórico", declarou o vice-presidente do PSUV e presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello.

Nesta segunda-feira foi publicada a lista de 98 candidatos do chavismo para concorrer nos 87 circuitos, escolhidos de um total de 1.162 candidatos em todo o país.

Segundo uma pesquisa da empresa Datanálisis divulgada em abril, o oficialismo perderia pela primeira vez desde 1999 a maioria dos assentos na Assembleia Nacional (unicameral), porque só deve atingir 25% dos votos, frente aos 45,8% da oposição.

O chavismo, que venceu 18 das 19 eleições desde que chegou ao poder em 1999, conta com um forte aparato de propaganda e, segundo a oposição, utiliza recursos públicos em suas campanhas.

Uma vitória da oposição nas eleições legislativas de dezembro poderia levar à convocação de um referendo contra o presidente Nicholas Maduro.

AFP