Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Protesto em Gorlivka a favor da República de Donetsk, no leste da Ucrânia.

(afp_tickers)

Treze civis, entre eles duas crianças, morreram neste domingo em combates em Gorlivka, um dos redutos dos separatistas pró-russos 45 km ao norte de Donetsk, anunciou a administração regional em um comunicado.

"Segundo as primeiras informações, 13 pessoas morreram, entre elas um menino de um ano e outro de cinco", segundo o comunicado.

Um porta-voz militar ucraniano informou anteriormente que ocorreram disparos de lançadores múltiplos de foguetes Grad nos bairros residenciais de Gorlivka e responsabilizou os rebeldes pelos ataques.

"O trabalho dos serviços de emergência está perturbado por disparos regulares", segundo a mesma fonte.

"Eu estava no mercado quando pessoas da DNR (República Autoproclamada de Donetsk) nos disseram que iriam ocorrer muitos disparos ali e que deveríamos partir", declarou à AFP por telefone Liudmila, uma moradora de Gorlivka.

"Vinte minutos depois começaram os disparos. O primeiro veio do interior da cidade e depois de todos os lados. Não entendo nada", disse.

AFP