AFP

(Arquivos) O rei Hamad bin Isa Al Khalifa

(afp_tickers)

Os tribunais militares do Bahrein poderão julgar os civis acusados de "terrorismo" depois que o rei Hamad bin Isa Al Khalifa aprovou nesta segunda-feira uma emenda que amplia as competências da justiça militar, indicou a agência oficial BNA.

A emenda, que o Parlamento havia aprovado por unanimidade em março, elimina uma cláusula pela qual apenas as forças armadas ou de segurança podiam ser julgadas por tribunais militares.

O reino do Golfo, dirigido por uma dinastia sunita, viveu manifestações esporádicas desde que as autoridades reprimiram um movimento de protesto liderado pela maioria xiita em 2001 após a Primavera Árabe.

As autoridades detiveram centenas de manifestantes por sua participação naqueles protestos, e muitos deles, incluindo líderes opositores e clérigos, foram acusados de atos de terrorismo.

AFP

 AFP