Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, durante discurso em Courseulles-sur-Mer, em 10 de abril de 2017

(afp_tickers)

O primeiro-ministro do Canadá Justin Trudeau iniciou nesta quinta-feira sua primeira visita oficial ao México, na qual se reunirá com o presidente Enrique Peña Nieto em meio a uma difícil negociação do tratado de livre-comércio de seus países com os Estados Unidos.

"O contexto regional atual demanda uma revitalização da cooperação que já existe entre nossos países", disse Peña Nieto em um artigo publicado pelo jornal canadense The Globe and Mail, na qual garante que seu governo trabalhará com o Canadá para "contribuir para a meta comum: fazer da América do Norte a região mais próspera e competitiva do mundo".

O chanceler mexicano Luis Videgaray chegou ao hangar presidencial do aeroporto da Cidade do México para receber Trudeau e sua esposa Sophie Grégoire, que chegaram de Washington, onde o presidente Donald Trump voltou a sugerir que poderá abandonar o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta).

O mandatário canadense visitará as instalações da Cruz Vermelha do México, onde foram atendidas muitas vítimas do terremoto de 7,1 graus que sacudiu a capital mexicana em 19 de setembro.

Mais tarde, o governo mexicano oferecerá a Trudeau uma cerimônia com honras militares no Palácio Nacional, que servirá de antessala para uma reunião com Peña Nieto.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP