Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente Donald Trump, em Washington DC, em 31 de outubro de 2017

(afp_tickers)

O sistema lotérico de atribuição do Green Card, que concede o direito à residência a estrangeiros nos Estados Unidos, encontrava-se nesta quarta-feira (1º) no centro de uma acalorada polêmica, com o presidente Donald Trump acusando o autor do ataque de ontem em Nova York de ser um dos beneficiários.

"O terrorista entrou em nosso país através do 'Diversity Lottery Program' (Programa de Loteria da Diversidade), uma maravilha de Chuck Schumer", criticou o presidente republicano, citando o líder da oposição democrata no Senado.

Os investigadores ainda não confirmaram que o homem de origem uzbeque que matou oito pessoas na terça-feira à tarde ao atropelar ciclistas e transeuntes com uma caminhonete em Manhattan, recebeu o visto de residência permanente por meio deste programa.

Mas os republicanos imediatamente exploraram o atentado para denunciar uma medida em vigor há vinte anos e há muito tempo em sua mira de tiro.

"Estamos lutando muito por um sistema migratório baseado no mérito, (não queremos) os sistemas democráticos de loteria. Precisamos ser MUITO MAIS firmes (e mais espertos)", escreveu Trump em outro tuíte.

O presidente também citou um oficial americano aposentado que disse à Fox News que Chuck Schumer queria "importar problemas europeus" para a América.

"Eu sempre acreditei e continuo acreditando que a imigração é uma boa coisa para a América", respondeu em um comunicado Schumer.

"O presidente Trump, ao invés de politizar e dividir os Estados Unidos, o que ele sempre parece fazer em tempos de tragédia nacional, deveria se concentrar na solução efetiva - financiamento antiterrorista - que propôs reduzir em seu último orçamento", acrescentou o democrata.

O sistema de loteria oferece uma chance aleatória a 50.000 candidatos por ano para poder viver nos Estados Unidos.

O sistema favorece países com uma taxa de emigração relativamente baixa nos Estados Unidos nos últimos cinco anos. Metade desses vistos são atribuídos à África.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP