Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Donald Trump, em Washington DC, em 27 de setembro de 2017

(afp_tickers)

O presidente americano Donald Trump advertiu, nesta quarta-feira, que os furacões das últimas semanas vão reduzir o crescimento econômico dos Estados Unidos no terceiro trimestre.

"O crescimento do PIB no segundo trimestre alcançou 3%, bem mais que o programado", disse Trump, enquanto explicava seu projeto de reforma tributária. "Acredito que este trimestre poderia ter sido melhor, mas os furacões terão impacto" na economia, completou.

Duas fortes tempestades atingiram o sul e o sudeste dos Estados Unidos, deixando partes de Houston -coração petroquímico do país- inundadas e arrasando o sul da turística Flórida.

Em Porto Rico, que também tem foco no turismo, muitos locais continuam debaixo d'água, enquanto comida, água e combustível tornaram-se escassos após a passagem do furacão Maria.

O Federal Reserve, banco central americano, advertiu que o impacto dos três furacões complicarão as previsões econômicas de curte prazo.

Há uma semana, o Fed revelou sua previsão de crescimento para a economia americana, que revisou em alta de 2,4% ao ano, contra 2,2% previsto em junho.

Se essa estimativa for confirmada, o crescimento se estabilizará abaixo das metas do governo Trump, que calculou em 3%, embora acima das projeções do Fundo Monetário Internacional (+2,1%).

A atividade econômica costuma cair após a temporada de furacões, mas recebe uma injeção de ânimo quando os trabalhos de recuperação começam e os gastos em infraestrutura são retomados.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP