Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O presidente americano, Donald Trump

(afp_tickers)

O presidente Donald Trump atacou nesta quinta-feira, no Twitter, uma apresentadora do canal de TV MSNBC que havia feito uma crítica contundente contra ele.

"Ouvi a transmissão de pouca audiência @Morning Joe falar mal de mim (não vou ver mais)", tuitou Trump.

"Por que então a louca Mika, de baixo Q.I., junto com o doente mental Joe, vieram a Mar-a-Lago três noites seguidas perto do fim do ano e insistiram em me ver? Ela sangrava muito por causa de um face-lift. Eu disse não!", acrescentou Trump em uma segunda mensagem.

Os apresentadores Joe Scarborough e Mika Brzezinski, um casal na vida real, conduzem todas as manhãs o programa "Morning Joe" no canal progressista MSNBC.

Mika Brzezinski acabara de criticar a administração do presidente republicano que, segundo ela, é deve ser vista "como uma empresa".

"Se alguém viesse à NBC e tomasse o poder e começasse a tuitar furiosamente sobre o aspecto das pessoas, a mentir todos os dias... essa pessoa seria destituída", respondeu a presentadora.

"Não é um comportamento normal. De fato, nós nos preocuparíamos que essa pessoa que dirige a empresa tivesse perdido a razão", acrescentou Brzezinski.

A cadeia também reagiu via Twitter: "É um dia triste para os Estados Unidos quando o presidente passa o tempo agredindo, mentindo e difundindo ataques pessoais mesquinhos invés de fazer seu trabalho".

A tensão entre o presidente Trump e os meios de comunicação aumentou no início desta semana depois que a CNN teve que retirar um artigo sobre os vínculos do círculo de pessoas ligadas ao presidente da Rússia, provocando o pedido de demissão de três experientes jornalistas da cadeia.

AFP