O presidente dos EUA, Donald Trump, disse nesta sexta-feira (17) que é "bom" para o Irã receber o que considera ser uma informação incorreta sobre as ações de seu governo.

Em um tuíte, Trump criticou a imprensa americana pelo que classificou como uma "cobertura fraudulenta e altamente inexata do Irã".

Ele disse, porém, que essas notícias tiveram efeito positivo. "Pelo menos, o Irã não sabe o que pensar, o que nesse momento pode ser algo bom", tuitou.

A Casa Branca tem enviado sinais mistos nos últimos dias, em meio a notícias dos jornais americanos sobre as tensões no gabinete de Trump sobre como abordar o tema do Irã.

O governo de Trump ordenou que o pessoal diplomático não essencial saísse do Iraque, citando ameaças de grupos armados iraquianos apoiados pelo Irã, e enviou um porta-aviões e bombardeiros B-52 pesados para a região.

Segundo a mídia americana, o conselheiro de Segurança Nacional, John Bolton, promove uma linha dura contra o Irã, enquanto outros funcionários resistem a adotar essa abordagem. O mesmo Trump disse recentemente que tem que "moderar" Bolton.

Na quinta-feira, consultado sobre se haveria uma guerra com o Irã, Trump disse à CNN: "Espero que não".

A coalizão de aliados dos Estados Unidos no Iraque sugeriu esta semana que o nível de ameaça não se elevou significativamente, e membros do Congresso pediram para ter acesso às informações sobre a aparente preparação do governo para um possível conflito.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.