Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente americano, Donald Trump

(afp_tickers)

O presidente americano, Donald Trump, defendeu neste domingo o uso intensivo do Twitter e seus tuítes "bem elaborados", explicando que as redes sociais lhe permitiram eludir os meios de comunicação, que considera tendenciosos, durante sua campanha à presidência.

"Tenho amigos que dizem: 'Não use as redes sociais'", disse Trump à rede de televisão Fox News em uma entrevista gravada na sexta-feira.

Mas "duvido que estaria aqui se não fosse pelas redes sociais, para ser honesto", disse o presidente, que envia diariamente, a partir das 06H30 da manhã, um variado coquetel de anúncios de governo, ataques pessoais e ameaças a governos estrangeiros aos seus 40,9 milhões de seguidores no Twitter.

"Tuitar é como uma máquina de escrever. Quando envio, você coloca imediatamente no seu programa", disse Trump à entrevistadora.

Líderes de todas as ideologias políticas já pediram a Trump repetidamente que modere suas mensagens no Twitter, que em ocasiões contém informações erradas e que provocam a ira de aliados e adversários, dentro e fora dos Estados Unidos.

Na quinta-feira, o ex-secretário de Estado democrata John Kerry criticou esse uso intempestivo do Twitter, afirmando que Trump criou uma atmosfera destrutiva de "caos político".

Mas Trump ressaltou que ao usar o Twitter e outras plataformas como Instagram e Facebook, pode eludir os meios tradicionais, que considera tendenciosos.

"Há meios falsos por aí ("fake media"), sou tratado muito injustamente pelos meios", afirmou.

"Quando alguém diz algo de mim, posso cuidar disso", disse. "Do contrário, não poderia divulgar minha mensagem".

O presidente também defendeu o estilo de suas publicações no Twitter, que com frequência contêm erros gramaticais, erros ortográficos e pontuação mal utilizada.

"São muito bem elaborados", disse sobre seus tuítes. "Sempre fui bom aluno".

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP