Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Os presidentes Donald Trump (e) e Vladimir Putin

(afp_tickers)

O primeiro encontro entre os presidentes Vladimir Putin e Donald Trump vai acontecer nesta sexta-feira em Hamburgo (Alemanha), paralelamente à reunião do G20, anunciou nesta terça-feira o conselheiro do Kremlin Yuri Uchakov, citado pelas agências russas.

"Há um acordo sobre o dia sete de julho", declarou Uchakov em resposta a uma pergunta sobre a data do primeiro encontro entre os dois chefes de Estado.

A possibilidade de uma reunião havia sido mencionada oficialmente na semana passada pela Casa Branca sem especificar a data.

O general H.R. McMaster, conselheiro de Segurança Nacional, havia enfatizado que Donald Trump desejava uma relação "mais construtiva" com a Rússia e que um dos objetivos da viagem do presidente dos Estados Unidos à Europa era estabelecer "uma abordagem comum frente à Rússia" e "abordar o comportamento desestabilizador" russo.

Durante a campanha eleitoral, Donald Trump chamou Vladimir Putin de "homem brilhante e talentoso", mas os dois homens nunca se encontraram.

As relações entre a Rússia e os Estados Unidos deterioraram ainda mais após o fortalecimento das sanções de Washington contra Moscou por seu papel na crise ucraniana.

Os Estados Unidos também contrariaram Moscou ao lançar um ataque punitivo contra o exército sírio após o suposto ataque químico em Khan Sheikhun em abril. Em resposta, a Rússia interrompeu brevemente sua cooperação militar com os Estados Unidos na Síria para evitar incidentes entre as forças dos dois países.

Dias depois, Putin afirmou em uma entrevista que as relações entre os dois países pioraram desde a chegada de Donald Trump na Casa Branca.

AFP