Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Donald Trump enviou uma mensagem de amizade a líderes muçulmanos quando ele e sua esposa, Melania, visitaram a Arábia Saudita em maio

(afp_tickers)

O presidente americano, Donald Trump, enviou neste sábado saudações calorosas aos muçulmanos que celebram o fim do Ramadã, depois que seu governo rompeu com a tradição de abrigar na Casa Branca um evento de reconhecimento ao mês sagrado do Islã.

"Em nome do povo dos Estados Unidos, Melania e eu enviamos saudações calorosas aos muçulmanos enquanto celebram o Eid al-Fitr", disse Trump em um comunicado. "Durante estas festas, lembramos a importância da misericórdia, da compaixão e da boa vontade".

"Com muçulmanos ao redor do mundo, os Estados Unidos renovam seu compromisso para honrar estes valores", acrescentou.

Desde o governo de Bill Clinton, a Casa Branca abrigava todos os anos um evento para celebrar a festa Eid al-Fitr, que encerra o mês de jejum do Ramadã.

AFP