Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Foto tirada em 12 de agosto de 2017 mostra o presidente americano, Donald Trump, em Bedminster

(afp_tickers)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mencionou nesta segunda-feira durante uma conversa telefônica com seu par sul-coreano, Moon Jae-In, a eventual venda de material militar por "bilhões de dólares", em meio à crise com a Coreia do Norte.

"O presidente Trump deu seu aval para a compra pela Coreia do Sul dos Estados Unidos de equipamentos militares e armas avaliadas em vários bilhões de dólares", disse a Casa Branca, sem dar detalhes sobre a natureza ou data dos contratos.

Entre 2010 e 2016, a Coreia do Sul adquiriu material militar americano por aproximadamente cinco bilhões de dólares, de acordo com estimativas do Stockholm International Peace Research Institute.

Durante sua conversa, ambos os dirigentes destacaram "a grave ameaça que representa para o mundo inteiro a última provocação da Coreia do Norte", em referência a uma bomba de hidrogênio realizada por Pyongyang neste domingo, segundo a Casa Branca.

O Executivo americano confirmou além de informações da presidência sul-coreana, segundo as quais Trump e Moon concordaram em suprimir uma disposição que limitava a um máximo de 500 kg a carga transportada pelos mísseis da Coreia do Sul.

Estados Unidos, seus aliados europeus e Japão anunciaram nesta segunda-feira que estão negociando novas e severas sanções das Nações Unidas contra a Coreia do Norte, mas a posição de China e Rússia, que têm direito de veto no Conselho de Segurança, ainda não está clara.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP