Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente americano, Donald Trump (D), e o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, em Washington DC, em 17 de outubro de 2017

(afp_tickers)

O presidente americano, Donald Trump, parabenizou nesta terça-feira (17) o "fantástico" trabalho da Grécia para sair da crise econômica, ao receber na Casa Branca ao primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.

"A Grécia atravessou um período difícil, mas fizeram um trabalho fantástico para revertê-lo e estão de volta", disse Trump a Tsipras no Salão Oval.

"São amigos autênticos e leais, são aliados", garantiu o mandatário.

Após sete anos de um ajuste rigoroso que custou um quarto de seu Produto Interno Bruto (PIB) e do aumento vertiginoso do desemprego, a Grécia prevê crescer 2% em 2017 graças, em parte, ao turismo recorde registrado neste verão (no Hemisfério Norte).

Trump insistiu no "enorme potencial" do país e no fato de que uma Grécia "forte e em crescimento" representa um grande potencial para os investimentos americanos.

Além disso, se referiu a um possível acordo de 2,4 bilhões de dólares para modernizar os caças F-16 que o exército grego usa.

Tsipras, por sua vez, pediu para os investimentos americanos aumentarem para ajudar seu país a sair "desta horrível crise".

O primeiro-ministro grego fugiu de perguntas sobre suas críticas a Trump durante a campanha presidencial, destacando a importância de os dois Estados se darem bem.

A Grécia voltou aos mercados financeiros em julho e espera que a tutela da União Europeia e do FMI, em vigor desde 2010, termine no ano que vem.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP